18 dicas poderosas para falar bem em público

A comunicação é uma das principais qualidades que uma pessoa pode escolher para desenvolver, haja vista, que somos obrigados a transmitir mensagens o tempo todo para o nosso semelhante. Sem contar, que todo profissional tem obrigação de saber se comunicar e falar em público, para que assim, ele possa transmitir seus conhecimentos e informações de forma eficiente para as pessoas.

É notável as dificuldades que as pessoas possuem para enfrentar um amontoado de pessoas. Fenômenos emocionais como tremedeiras, palpitações e suor excessivo são acontecimentos naturais para todas as pessoas que sofrem com a timidez e o medo excessivo de apresentar-se para outras pessoas.

Sabendo das dificuldades que as pessoas possuem na execução dessa função, elaborei 18 dicas para ajudá-las nessa tarefa, confira:

1 – Invista em cursos: primeiramente, é importante que você faça um curso de oratória, para que possa aprender algumas técnicas da arte de falar em público, principalmente, se você sofre de Glossofobia (medo de falar em público).

2 – Trabalhe sua autoconfiança: em algumas ocasiões, você enfrentará problemas no decorrer de sua apresentação, como por exemplo, a presença de pessoas ríspidas no local. Sendo assim, tente trabalhar sua autoconfiança para que você possa passar por cima desses problemas, demonstrando entusiasmo e bom humor.

3 – Use sua respiração: técnicas de respiração irão ajudá-lo a controlar sua ansiedade, tornando-o mais relaxado e descontraído.

4 – Trabalhe sua linguagem não verbal: 90% de toda a comunicação humana é não verbal. Portanto, é importante manter um contato visual com a plateia, ter cuidado com a respiração, manter uma postura firme, gesticular de forma inteligente com as mãos, usar o sorriso de forma estratégica e principalmente, possuir uma voz que tenha uma entonação eficiente.

5 – Conheça bem o público: o tipo de sua apresentação depende das características do público em questão, sendo assim, busque conhecê-lo e montar sua apresentação em cima do mesmo, pois assim, você conseguirá atingir as expectativas do público e ao mesmo tempo, as suas.

6 – Estique o seu vocabulário: busque ler e escrever constantemente, para que assim, a sua mente seja recheada de novas informações, fazendo com que sua explanação seja enriquecida.

7 – Cuidado com os erros de português: essa questão vale tanto para sua apresentação oral, quanto para o conteúdo que será demonstrado através dos recursos audiovisuais. Além dos cuidados com os erros de português, é importante estar sempre atualizado, treinar antes das apresentações e revisar o material, de modo a diminuir as probabilidades de equívocos.

8 – Treine incessantemente: a prática leva a perfeição. Não há nada mais prudente do que se preparar antes de sua apresentação. Busque apresentar-se sozinho, ou, para um grupo pequeno (pode ser a sua família, seus amigos, etc.), de modo que você possa manter (os pontos positivos) e eliminar/corrigir (os pontos negativos), buscando atingir a perfeição.

9 – Use sempre um roteiro: não sou a favor de improvisos. Defendo que o orador deve ter em mãos um roteiro com os principais assuntos a serem abordados na apresentação, bem como as ideias a serem explanadas, pois assim, ele estará evitando situações constrangedoras.

10 – Trabalhe sua concentração e memória: a concentração irá ajudá-lo a manter-se atento nos assuntos escolhidos, e também a limpar sua mente de todas as outras coisas e focar apenas na palestra. Já a memória irá ajudá-lo a relembrar a organizar suas ideias na hora da explanação.

11 – Cuide da voz: a eloquência é característica marcante de qualquer apresentador. A voz é o principal instrumento do palestrante, por isso, é fundamental otimizar a dicção, ritmo, volume e expressividade.

12 – Seja organizado: sua explanação deve ter início, meio e fim. Sendo assim, o importante é ser objetivo, sintético e tomar cuidado com o tempo.

13 – Use a irreverência: seja bem humorado, buscando interagir de forma descontraída com o público, fazendo com que o mesmo se sinta confortável com o ambiente.

14 – Seja criativo: infelizmente, já participei de inúmeras palestras em que fui obrigado a dormir, haja vista, que fiquei entediado com a monotonia da apresentação. Sendo assim, é fundamental que o palestrante use a criatividade para que sua apresentação seja contagiante e atrativa.

15 – Conquiste as pessoas: seu objetivo é entreter o público, dar emoção e motivá-lo, ou seja, você deve se envolver de forma entusiasmante com a plateia, demonstrando para a mesma que o assunto é importante também para você. Além disso, haja com naturalidade e evite termos muito técnicos, pois, o que as pessoas buscam é simplicidade.

16 – Evite explanar sobre muitos assuntos: é importante organizar a apresentação para que você não utilize uma multiplicidade de assuntos que, certamente, tornarão a apresentação longa, enfadonha e antididática.

17 – Seja honesto: ninguém sabe todas as coisas, sendo assim, se houver alguma pergunta que você desconhece a resposta, seja sincero e diga que irá pesquisar sobre o assunto e posteriormente responder (por e-mail, por exemplo), o mais brevemente possível.

18 – Seja elegante: agradeça ao público no início e no fim da apresentação.

Um profissional que não consegue falar em público de forma plausível, sofrerá duras consequências no decorrer de sua carreira profissional, haja vista, que essa é uma limitação que terá o poder de colocar inúmeras barreiras á frente do sucesso do mesmo. Sendo assim, é fundamental que as pessoas desenvolvam essa habilidade para que possam alcançar seus objetivos.

Fonte: administradores.com.br – Pablo de Paula Bravin

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *