Inbound Marketing: o casamento entre a publicidade e o conteúdo

O Inbound marketing, em uma tradução literal para o português poderia ser chamado de ‘marketing de entrada’, mas também tem sido conhecido por alguns como ‘marketing de atração’ ou o ‘novo marketing’.

Focado na conquista de clientes e não na venda de produtos e serviços, a estratégia baseia-se na produção de conteúdo de qualidade para ser compartilhado com o público potencial, por meio de técnicas do marketing online. Segundo os dados da Hubspot, 58% das empresas brasileiras estão praticando o Inbound Marketing, e 92% dessas companhias obtêm um retorno positivo.

Como funciona?

A metodologia do Inbound Marketing segue uma sequência lógica de etapas. Toda estratégia de sucesso deve passar pelas seguintes fases: Atração, Conversão, Fechamento e Encantamento. Essas etapas se complementam de forma inteligente.

Atração – Atrair um determinado público com conteúdos relevantes distribuídos em blogs, redes sociais, e-mails marketing, entre outros canais.

Conversão – Entregar esses conteúdos relevantes solicitando, em troca, alguns dados pessoais (nome, e-mail, telefone). Isso pode ser feito com de CTA’s (call-to-action), landing pages e formulários.

Fechamento – O trabalho de Atração e Conversão é propício para fortalecer o fechamento. Note que se um lead consome seus conteúdos relevantes, existe uma chance muito grande de ser um cliente em potencial.

Encantamento – Manter o contato, solicitar feedbacks, ofertar novas oportunidades e compartilhar dicas são fundamentais para transformar o seu lead em cliente e defensor da marca.

Leia mais.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

5 dicas para abrir uma startup no Brasil

Em tempos de recessão e crise econômica, abrir uma startup é uma das melhores maneiras de entrar no empreendedorismo.

1. Encontre um propósito
Não importa se a sua startup irá desenvolver um aplicativo, criar um produto ou prestar um serviço: é necessário um senso de propósito. O empreendedor deve ter uma “visão de amplitude do negócio”, defende o professor Oscar. Para ele, a primeira coisa que o se deve ter em mente é o problema da sociedade que será resolvido com sua ideia. “É preciso ter um propósito. O motivo de um negócio não pode ser apenas o lucro, esse é um motivo muito fraco”, explica.

2. Faça um bom plano de negócios
É com o plano de negócios que o empreendedor poderá estabelecer, claramente, todos os seus objetivos e a visão da startup. Ele serve como um guia, uma referência para todas as metas, desde o desenvolvimento do negócio às estratégias de marketing que serão empregadas. O contexto em que a empresa pretende se inserir também é importante: o professor Oscar afirma que o empreendedor precisa entender exatamente “onde ele entra no tecido de negócios da sociedade”.

3. Prepare-se para mudanças
Por mais concreta que seja a ideia de seu produto ou serviço, esteja preparado para realinhar estratégias durante o caminho. Com o crescimento da startup, é normal que novas demandas ou ideias surjam para aperfeiçoar seu negócio. O professor Oscar explica que é importante ser flexível para evoluir e aconselha que você encare seu negócio como uma versão “beta”. “Esse termo, que vem da tecnologia da informação, descreve bem nossa realidade. Beta é aquilo que está em teste, que está sendo avaliado. Tudo cabe melhorar, nada está pronto. Tudo continua em evolução, por isso é importante ter um negócio beta”, afirma.

4. Busque incubadoras ou parques tecnológicos
As incubadoras e aceleradoras são aliadas essenciais para quem deseja abrir uma startup. Elas oferecem apoio aos empreendedores, desde auxílio com salas e laboratórios até acompanhamentos em questões jurídicas, estratégicas ou de marketing. Para Kronmeyer, esses ambientes são valiosos porque oferecem o espaço para que os empreendedores troquem ideias e experiências, além de permitirem o networking. “É um ambiente ótimo, porque eles conseguem entrar nesse espiral de evolução”, afirma.

O professor comenta também sobre a importância dos parques tecnológicos, destacando o Tecnosinos, parque parceiro da Unisinos. “Os parques têm um trabalho extraordinário, porque, normalmente, fazem a ligação universidade-poder público-empresas. São lugares que formam jovens, que ajudam aqueles empreendedores que estão dispostos a correr riscos, mas não têm estrutura para isso”, explica.

Além disso, os parques atuam como uma espécie de vitrine de exposição para os empreendimentos, atraindo investidores. Para o especialista, o melhor caminho para se conseguir investimento para sua startup é ficando exposto, já que os investidores olham para parques e incubadoras em busca de negócios prósperos. “Os investidores ficam em busca de negócios que podem acelerar. É um lugar onde eles encontram uma variedade grande de negócios, e assim podem selecionar as oportunidades de investimento”, explica. Segundo ele, muito mais do que aspectos como o ROI (retorno sobre investimento) e payback, o que investidores veem é a possibilidade do futuro do negócio.

5. Persista
A persistência é condição para se sair bem em qualquer área. No caso das startups, Kronmeyer aponta a “resiliência do espírito empreendedor” como um fator determinante para o sucesso. “Você não pode ser uma pessoa que desiste na primeira tentativa. O normal é precisar de várias tentativas, de vários ciclos”, afirma o professor.

O cenário brasileiro ainda não dá valor suficiente à experiência. “O Brasil ainda precisa aprender a valorizar o erro. Nos EUA, se alguém diz que já declarou falência com um negócio, essa pessoa chega até a ser admirada, porque isso mostra que ela tem experiência, que já amadureceu. Aqui no Brasil, essa pessoa é percebida como fracassada. É preciso saber que startup é um negócio que precisa ter vários ciclos, pode ser difícil dar certo na primeira tentativa. Tem que continuar tentando”, explica. Por isso, a persistência é a chave, e nenhuma falência deve ser encarada como um desastre, mas como uma experiência adquirida.

Leia na íntegra.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

6 dicas para fazer uma Pequena ou Micro Empresa crescer em 2017

1. Leve seu negócio para a internet já!

2. Mobilidade é a palavra-chave

3. Agilize o check-out para não perder clientes

4. Atraia o tráfego da internet para você

5. Ponha dinheiro para aumentar a receita

6. Não tire os olhos do fluxo de caixa

Se você conseguir seguir esses seis conselhos, 2017 terá tudo para ser um ano melhor para a sua empresa. Ninguém disse que seria fácil empreender, mas as oportunidades estão aí para quem tiver espírito vencedor e acreditar nas premissas do ano do galo.

Leia a matéria na íntegra.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Vagas para Engenheiros

1. Engenheiro Civil Especialista 

Local: Campinas-SP.

Salário: a combinar.

Benefícios: Assistência Médica / Medicina em grupo, Participação nos lucros, Tíquete-alimentação, Tíquete-refeição.

Requisitos: Graduação em Engenharia Civil. Efetuar o levantamento das necessidades de cada projeto, propondo soluções técnicas de engenharia civil adequadas à solução implementada. Dar suporte à elaboração de orçamentos e cronogramas de implantação de projetos. Supervisionar a execução de obras civis na implantação de projetos, apontando necessidades de melhoria e propondo soluções. Prestar consultoria técnica a clientes internos e externos, bem como participar do planejamento referente à sua área de atuação. Ensino Superior completo em Engenharia Civil. Possuir CREA ativo. Possuir ART. Experiência em obras civis na implantação de projetos.

Inscreva-se.

2. Engenheiro de Telecomunicações de Aplicação

Local: São Paulo-SP.

Salário: a combinar.

Benefícios: Assistência Médica / Medicina em grupo, Assistência Odontológica, Convênio com farmácia, Estacionamento, Participação nos lucros, Previdência privada, Seguro de vida em grupo, Seguro saúde, Tíquete-alimentação, Tíquete-refeição.

Descrição: Especificar produtos/solução nos clientes. Ajudar em RFP e RFQ. Acompanhar e liderar testes de homologações nos clientes e na Anatel. Participar de reuniões com clientes. Introduzir novos produtos/solução no mercado conforme estratégia corporativa, pós-vendas. Treinar os parceiros / clientes nas soluções vendidas. Acompanhar os processos de reclamação do cliente e problemas de qualidade do produto. Fazer apresentações e treinamentos para clientes e parceiros. Experiência em suporte de rede interna e externa de fibra óptica e cobre ou função similar.

Inscreva-se.

3. Engenheiro de Dados

Graduação Ciência da Computação ou em Sistemas de Informação  

Local: São Paulo-SP.

Salário: a combinar.

Benefícios: Assistência Médica / Medicina em grupo, Tíquete-refeição, Vale-transporte.

Descrição: Bom entendimento dos conceitos de Gerenciamento de Dados de Teste tal como data masking, sub- setting e criação sintética. Experiência em teste de software, participação em trabalhos experimentais geração de dados de teste Experiência e habilidade técnica em construção de script de integração, SQL, PL/SQL, armazenagem de procedimentos, gatilhos. Experiência ETL. Trabalhando com variedade de dados armazenados e plataforma. Conhecimento em várias plataformas e formatos de arquivos – Mainframe, distributed, etc. Conhecimento prático de algumas das bases de dados relacionadas e.g. Oracle, SQL Server, DB2 including understanding ERD Diagrams. Conhecimento prático de uma ou mais soluções de gerenciamento de dados de teste. Capacidade de mapear requisites de negócios para necessidades dos Dados de Teste. Entendimento pratico & técnico de algoritmos de otimização de dados de teste assim como All-Pairs e matrizes ortogonais Certificações PSM II. Graduação completa.

Inscreva-se. 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Filho de Eike Batista lança hashtag em apoio ao pai e internet não perdoa

O filho de Eike Batista, Olin, fez uma publicação em seu perfil no Twitter na tarde desta segunda-feira (30) declarando apoio ao pai e convocando admiradores a manifestarem solidariedade ao empresário, preso pela Polícia Federal acusado de corrupção ativa. Junto à mensagem, ele postou a hashtag #ForçaEikeEstamosComVoce, que gerou bastante repercussão, mas não necessariamente como o autor esperava.

Veja alguns comentários.

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Comercial da Skol utiliza dito popular de forma errada

O comercial da cerveja Skol intitulado “Verão Skol. Viva a diferença“, que fala de cores, apresenta de forma errada um dito popular. “Cor de burro quando foge”. 

Veja a propaganda e aproveite para conferir abaixo um texto do professor Pasquale corrigindo alguns ditos populares.

“Desde pequeno escutava minha avó falar, e os ditados populares ouvidos e repetidos por mim e por muita gente, sempre fizeram sentido dentro das circunstâncias que eram ditos, e nunca procurei entender ou analisar seu conteúdo.

Sempre que “espevitado” corria de um lugar para outro minha mãe dizia:

‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro’- Nunca procurei saber se existia esse bicho carpinteiro nem se ele realmente não parava quieto para que minha mãe me comparasse a tal bicho, entretanto o dito popular como toda boa sentença que cai na boca do povo, assume outros fonemas que simplificam mas deturpam o sentido, quando o correto é:– ‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro’

Outro dito popular que sempre me intrigou mas que não contestava, foi diligentemente traduzido pelo professor Pasquale. É a celebre frase: -‘Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.’ – Como batata é uma raiz, não pode esparramar pelo chão, a frase correta é: – ‘Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.’

Se por acaso tens dúvida ao definir uma cor sempre costumamos dizer: -‘Cor de burro quando foge.’ – Esse é o pior de todos. Será que o burro muda de cor quando foge? Qual cor ele fica? O correto é: -‘Corro de burro quando foge!’ (assim, tem lógica!!!)

Outro que no popular todo mundo erra: – ‘Quem tem boca vai a Roma.’ – Esse eu entendia, de modo errado mas entendia. Achava que queria exprimir que quando se sabe comunicar se vai a qualquer lugar, entretanto não é bem assim, o correto é: – ‘ Quem tem boca vaia Roma.’ (isso mesmo, do verbo vaiar).

Outro que todo mundo diz errado, quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa. – ‘Cuspido e escarrado’. O correto é: – ‘Esculpido em Carrara.’ (Carrara – Itália, onde se considera haver o mais perfeito mármore)

Mais um famoso… – ‘Quem não tem cão, caça com gato.’ O correto é: ‘Quem não tem cão, caça como gato’… ou seja, sozinho!

Vai dizer que você falava corretamente!?”

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Educação não pode ser uma commodity

As escolas, os cursos, os professores e os projetos pedagógicos não são iguais. Tratar a educação como uma commodity é um erro que pode refletir perigosamente no futuro profissional dos jovens que escolhem as escolas de maneira aleatória. Veja abaixo trecho da matéria do Valor Econômico em seu caderno de Cultura.

Existe um lugar onde o governo paga escola de qualidade para crianças e adolescentes de 6 a 16 anos. Lá, a maioria das instituições é financiada pelo Estado e as poucas escolas particulares que existem são bancadas por instituições filantrópicas. Não é um conto de fadas, mas o cenário real da educação básica na Islândia, segundo Ragnar Thorvardarso, integrante do conselho do AFS Intercultural Programs, organização global que oferece oportunidades de aprendizagem por meio de ações de intercâmbio.

Fonte: valor.com.br/cultura

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter